Difference between revisions of "A Economia Política da Produção entre Pares"

From P2P Foundation
Jump to navigation Jump to search
Line 62: Line 62:
 
O P2P e a Hierarquia
 
O P2P e a Hierarquia
  
O P2P não se caracteriza pela ausência de uma hierarquia ou estrutura, mas por hierarquias e estruturas flexíveis baseadas no mérito que são empregues para fomentar a participação. A liderança é também 'distribuída'. Na maioria dos casos, os projectos P2P são liderados por um núcleo de fundadores que incorporam os objectivos iniciais do projecto e coordenam o vasto número de indivíduos e micro-equipas que desenvolvem ''patches'' – código de correção do ''software''. A sua autoridade e liderança advém do contributo que dão para a concretização do projecto e da sua participação contínua. Se bem que por vezes se afirme que os projectos entre pares consistem em 'ditaduras benevolentes', não devemos esquecer que, uma vez que a cooperação é inteiramente voluntária, a existência duradoura destes projectos baseia-se no consentimento da comunidade de produtores e no '''forking''' (isto é, é sempre possível a criação de um novo projecto independente).  
+
O P2P não se caracteriza pela ausência de uma hierarquia ou estrutura, mas por hierarquias e estruturas flexíveis baseadas no mérito que são empregues para fomentar a participação. A liderança é também 'distribuída'. Na maioria dos casos, os projectos P2P são liderados por um núcleo de fundadores que incorporam os objectivos iniciais do projecto e coordenam o vasto número de indivíduos e micro-equipas que desenvolvem ''patches'' – código de correção do ''software''. A sua autoridade e liderança advém do contributo que dão para a concretização do projecto e da sua participação contínua. Se bem que por vezes se afirme que os projectos entre pares consistem em 'ditaduras benevolentes', não devemos esquecer que, uma vez que a cooperação é inteiramente voluntária, a existência duradoura destes projectos baseia-se no consentimento da comunidade de produtores e no ''forking'' (isto é, é sempre possível a criação de um novo projecto independente).  
  
 
A relação entre autoridade e participação e a sua evolução histórica foi traçada de  forma bastante apropriada por John Heron:  
 
A relação entre autoridade e participação e a sua evolução histórica foi traçada de  forma bastante apropriada por John Heron:  
Line 75: Line 75:
 
Estes quatro níveis podem ser expostos em termos das relações entre hierarquia, cooperação e autonomia.  
 
Estes quatro níveis podem ser expostos em termos das relações entre hierarquia, cooperação e autonomia.  
  
1.A hierarquia define, controla e constrange a cooperação e a autonomia;  
+
  1.A hierarquia define, controla e constrange a cooperação e a autonomia;  
2.A hierarquia apenas concede um certo grau de cooperação e autonomia na esfera política;
+
  2.A hierarquia apenas concede um certo grau de cooperação e autonomia na esfera política;
3.A hierarquia concede um certo grau de cooperação e autonomia na esfera política noutras esferas;  
+
  3.A hierarquia concede um certo grau de cooperação e autonomia na esfera política noutras esferas;  
4.A única função da hierarquia reside no seu surgimento espontâneo no contexto do início e desenvolvimento contínuo da autonomia-em-cooperação em todas as esferas da actividade humana.ii  
+
  4.A única função da hierarquia reside no seu surgimento espontâneo no contexto do início e desenvolvimento contínuo da autonomia-em-cooperação em todas as esferas da actividade humana.ii  
  
 
O P2P e a Propriedade Comunitária
 
O P2P e a Propriedade Comunitária
  
 
+
Através do P2P, as pessoas constroem de modo voluntário e cooperativo um ''commons'' '''Commons'' informativo'. O novo ''Commons'' aproxima-se da forma mais antiga de commons (em particular, as terras comunitárias do campesinato durante a Idade Média e das primeiras associações mutualistas de trabalhadores durante a Era Industrial), mas também difere na medida em que apresenta características imateriais. O ''Commons'' anterior era localizado, utilizado e, por vezes, regulado por comunidades específicas; o novo ''Commons'' é disponibilizado e regulado universalmente por cibercolectividades globais que consistem habitualmente em grupos de afinidade. Enquanto que o novo ''Commons'' se baseia em bens não-rivais (isto é, num contexto de abundância), as formas anteriores de ''Commons'' físicos (ar, àgua, etc.) funcionam cada vez mais num contexto de escassez, passando assim a ser mais regulados.

Revision as of 22:35, 17 July 2006